27 setembro, 2010

Mistérios e crendices. Continuação!!

Outra técnica egípcia cercada de mistério era o processo da mumificação, que custava caro, e a maioria dos egípcios não dispunha de recursos para financia-la. O corpo era lavado com uma mistura de substâncias químicas chamada de natrão -
Carbonato hidratado de sódio natural. Os egípcios extraíam o cérebro, as vísceras e os pulmões, só deixando no cadáver o coração, pois este era considerado por eles-
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
A sede da inteligência, da consciência e dos conhecimentos. Vários aromas, entre eles a mirra e a canela, perfumavam o interior do corpo. No tórax eram introduzidos resina líquida, pedaços de linho etc. Dependendo do tamanho da pessoa, até 270 quilos de sal eram depositados sobre o cadáver, para secá-lo. Após 40 dias coberto com natrão, o cadáver tomava a aparência de múmia.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Outras substâncias como óleo, unguento e leite devolviam a elesticidade á pele.[O Corpo do patriarca Jacó foi submetido a esse processo (Gênesis 50.2,3).
Após inúmeras pesquisas com vários materiais químicos, pesquisadores e arqueólogos descobriram a cor amarronzada ou preta geralmente encontrada nas múmias era resultado da reação química da pele com o sal, e não da ação do tempo.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Há mais de dois mil anos antes de Cristo, a ciência do antigo Egito era fantástica e cercada de muitos mistérios. Até hoje os especialistas não conseguiram explicar cientificamente por que tudo isso se manteve conservado por milhares de anos. Os mistérios das pirâmides ainda impressionam muitas pessoas que utilizam esses objetos como amuletos dentro de suas casas: Continua texto acima.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial