12 setembro, 2011

Jesus Cura a Filha de Jairo!!

A multidão do lado de fora da casa abre caminho para o pai. Aquelas pessoas fariam isso em qualquer dia. Afinal, ele é o líder da cidade. Mas o fazem neste dia porque a filha dele está morrendo...Jairo caminha rapidamente pela vila pesqueira de cafarnaum. O tamanho da multidão que o segue aumenta á medida que ele passa diante de outras pessoas. Elas sabem aonde Jairo vai. Sabem a quem ele procura. Jairo vai á praia para procurar Jesus.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Ao chegarem perto da água, veem o Mestre, cercado por uma multidão. Um cidadão vai á frente para abrir caminho, anunciando a presença do chefe da sinagoga.
Os aldeões acatam. Um mar Vermelho de gente, deixando uma trilha murada de pessoas. Jairo não perde um segundo sequer. "Quando viu Jesus, caiu de joelhos, transtornado, enquanto implorava, dizendo: "Minha filha está á beira da morte.
Venha e coloque suas mãos sobre ela para que melhore e viva".
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Jesus foi com ele, com a multidão seguindo de perto, empurrando-o chocando-se contra ele"(Mc 5:22-24). A disposição instantânea de Jesus enche os olhos de Jairo de lágrimas. Pela primeira vez em muito tempo, um raio de sol cai sobre a alma do pai. Ele praticamente corre ao conduzir Jesus pelo caminho de volta até sua casa.
Jairo ousa acreditar que está preste a ver um milagre...
As pessoas saem do caminho e, depois da passagem deles, voltam a seguir-los.
Servos correm á frente para informar a esposa de Jairo. mas então, do mesmo modo-~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Repentino como começou; Jesus para. Sem perceber, Jairo dá mais uma dúzia de passos antes de notar que está só. As pessoas pararam quando Jesus parou.
Todo mundo está tentando entender a pergunta de Jesus: "Quem tocou em meu manto? (Mc 5:30). A fraze dispara uma grande agitação. Cabeças viram-se umas para as outras; discípulos respondem a Cristo. Alguém dá um passo para trás para que outra pessoa possa vir á frente. Continua...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial