30 julho, 2011

Um Casamento em Caná!!

 Imagine seis homens andando por uma estrada estreita. O amanhecer dourado explode por trás deles, projetando sombras longas á frente. O frio da manhã exige roupas mais grossas. A grama brilha com diamantes de orvalho. O rosto dos homens demostra avidez, mas eles são comuns. Seu líder é confiante, mas desconhecido. Eles o chamam de Rabi; sua aparência está mais para a de um trabalhador braçal. E isso está correto, pois passou mais tempo trabalhando-
do que ensinando. Nesta semana, porém, seu ensino teve início. Onde vão?
Ao templo, para adorar? Á sinagoga, para ensinar? Ás colinas, para orar?
Não lhes foi dito...Talvez tenha sido André a perguntar. Quem sabe Pedro.
Pode ser que todos tenham abordado Jesus. Mas aposto que, em algum ponto da jornada, os discípulos tenham expressado suas pressuposições.
Então, Rabi, onde o senhor está nos levando? Ao deserto?_ Não_ opina outro_
Ele está nos levando ao templo._Ao templo?_ desafia um terceiro._
Estamos a caminho da terra dos gentios! _então um coro de confusão irrompe e só termina quando Jesus ergue a mão e diz calmamente:
_Vamos a um casamento. Silêncio. João e Andre olham um para o outro.
Um casamento?_ dizem._ João Batista nunca foi a um casamento.
.......................................................................................................................................
Porque há bebidas, "Por que iriamos a um casamento?" Boa pergunta.
Por que Jesus levaria seus seguidores a uma festa, logo em sua primeira jornada?
Ele não tinha princípios a ensinar? Seu tempo não era limitado?
Como um casamento se encaixaria em seus propósitos aqui na terra?
_Por que Jesus foi a um casamento? A resposta? ela é encontrada no segundo versículo de {João 2} "Jesus e seus discípulos também haviam sido convidados-
para o casamento". Jesus não foi convidado por ser uma celebridade. Ele ainda não era. O convite não foi motivado pelos milagres. Ele ainda não realizara nenhum.
por que o convidaram? Acho que gostavam dele. Você acha isso importante?
Bom, eu acho que sim? Acho que é significativo o fato de que pessoas comuns de uma cidade pequena gostassem de estar com Jesus. Acho que é digno de nota perceber que o Todo- poderoso não agia com presunção...Nada indica que ele tenha usado seu status celestial para seu benefício. É simplesmente impossivél achar que as pessoas próximas dele ficaram cansadas de sua altivez e o questionaram:
"Bem, quem lhe disse que você é Deus? Sua fé fez uma pessoa amável.
......................................................................................................................................

1 Comentários:

Às 30 de julho de 2011 11:16 , Blogger DANIEL SANTANA disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS, SEU BLOG É MUITO RICO REALMENTE É UMA FONTE DE INFORMAÇÃO MUITO DIVERSIFICADO MESMO.OBRIGADO POR CRIÁ-LO.ESTOU SEGUINDO ELE, VISITE O MEU TAMBÉM.
http://wwwconfianosenhor.blogspot.com/

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial